Sufixo "-aço"


As palavras derivadas com o sufixo "-aço"podem representar significados variados, podem indicar aumentativo; referencia a um golpe, intensidade, ação; denotam melhorativo e pejorativo. Por vezes não levamos em conta que alguns desses significados não estão presentes no sufixo latino (-aceum) que deu origem ao -aço no português. Assim, não se discute como esses valores passaram a ser assumidos pelo referido afixo.
Na maioria dos estudos existentes sobre o sufixo “-aço”, muitas das vezes uma abordagem sincrônica é adotada e aponta-se, indistintamente, valores do sufixo em língua portuguesa, juntamente com significados tomados por estrangeirismos, i.e., empréstimos de outros idiomas. Tal comportamento leva a concepções por vezes equivocadas quanto ao processo semântico ali presente. Dos principais autores que tratam deste sufixo, temos J.J.Nunes (1945: 376), que adota o viés histórico, que afirma que esse denota grandeza ou coleção.
            Recentemente temos muitas manifestações intituladas xxxxxaço, é beijaço, mamaço, panelaço... isso é aumentativo em relação à base dos vocábulos? Beijaço é mais uma aumentativo de beijo ou é/tornou-se o coletivo de beijo? Mas com palavras como inchaço, cachaço (não tem a ver com aguardente), estilhaço? Foram encontrados, ou melhor, numa pesquisa feita com esse sufixo, foram catalogados oito grupos, a saber: ação, aumentativo, conjunto, melhorativo, golpe, nomina essendi, pejorativo e relacional.

Grupo 1 – Ação
            Neste grupo estão as palavras que possuem valor semântico de ação, podendo ser parafraseados como “ação de x”, em que X é a base oriunda de verbo. Aqui somente os deverbais podem ser encontrados como nos exemplos abaixo:

Andar – Andaço; Arreitar (despertar desejos venéreos em) – Arreitaço; Inchar – Inchaço; Falar – Falaço... etc.

            Além dessa noção, essas palavras também possuem um traço de intensidade. É  importante lembrar que a categoria gramatical é alterada, a base é um verbo, mas, após a derivação, passa a substantivo. Por isso, esse sufixo pode ser classificado como heterocategorial, já que consegue alterar a classe gramatical de algumas palavras.

Grupo 2 – Aumentativo
            Os aumentativos estão entre os significados mais produtivos. Nesses casos o sufixo se une a bases substantivas ou adjetivas e significa “x grande”. Nos vocábulos mulataço e talentaço, além da ideia de aumentativo, o sufixo também agrega a noção de melhorativo (sim está correto, é assim que escreve e se duvida, vá perguntar a seu professor), atribuindo um traço positivo à base.

Mulato(a) – Mulataço(a); Talento – Talentaço; Mulher – Mulheraça; Gol – Golaço; chute – Chutaço... etc.

Obs.: Não se pode dizer o mesmo do significado pejorativo que tem a palavra ladronaço, uma vez que a noção negativa já estava presente na base da palavra derivada, portanto não é um traço dado pelo sufixo.

Grupo 3 – Coleção /conjunto

            Cabem aqui as manifestações como beijaço, mamaço, panelaço. Por mais que possamos dizer que beijaço venha de beijo (ou beijar), panelaço venha de panela(ou “panelar”) e mamaço de mamá (ou mamar);  o fato de ser efetivamente um grupo de pessoas protestando com X é o diferencial quanto a classificação.

Grupo 4 – Golpe
            Neste grupo encontra-se um número significativo de formações. As paráfrases
feitas para essas palavras são “golpe praticado com x” (guampaço, pontaço, balaço,
panaço, canhonaço) e “golpe intenso” (porraço e trompaço).

Grupo 5 – Nomina essendi (do latim “nomes dos existentes”)
            Esse significado é bastante produtivo e, na maioria dos casos, é acompanhado pelo traço de intensidade. Comumente aparece, em algumas palavras, o traço pejorativo, como em valentaço, por exemplo. Note que o traço, positivo ou negativo, depende do contexto no qual o vocábulo é empregado, já que, de acordo com o dicionário, esse verbete pode denotar valor positivo ou negativo. Contudo, o contexto da obra em que o vocábulo (ver pesquisa de Alice Pereira Santos) foi encontrado permite dizer que o traço selecionado foi o pejorativo, como se observa a seguir: “Ainda para os fundos moravam a velha mãe de Flora, com um tipo valentaço, que lhe batia diariamente.” (A menina amarela. João do Rio)

Grupo 6 – Melhorativo
            Na pesquisa de Alice Pereira Santos foi encontrada apenas uma palavra “ginetaço”, de acordo com o Dicionário Houaiss:1. ginete ('cavalo') garboso e de boa andadura 2.aquele que cavalga com elegância . “E o Negrinho, de em pêlo, agarrou-se como um ginetaço.” (O Negrinho do pastoreio, João Simões Lopes Neto). Neste caso a derivação metonímica se configura, já que a palavra não se refere ao cavalo e sim ao cavaleiro.

Grupo 7 – Pejorativo
            As palavras desse grupo “madraço”, já vimos que ladronaço também pertence a esta categoria, mas em madraço, a base da palavra não é transparente, já que essa palavra viria do árabe matrā “lugar onde alguma coisa é atirada, onde se atira o corpo, colchão” em alusão ao hábito de quem vive deitado, sem fazer nada. A partir dessa palavra derivou-se madraceiro, madraçaria, madraceirão, sem nada ter a ver com madrasta.

Grupo 8 – Relacional
            Há, na pesquisa, apenas como “espinhaço” e “cachaço”. O valor semântico relacional é um dos significados admitidos por esse sufixo em latim, podendo ser lido como “de X” . No entanto, não parece ser muito produtivo em português. Além desse significado, o sufixo em latim também denotava ideia de pertença e de semelhança, como se pode verificar nos exemplos: gallinacĕus (de galinha), chartácĕus (de papel), columbinacĕus (de pomba), capillacĕus (como o cabelo, feito com cabelos).

            A baixo estão os links da pesquisa e da dissertação referentes ao “-aço”, não deixem de ler, pois conta com mais dados que aqui apresentados e as devidas bibliografias.

Obrigado e boa leitura.




4 comentários:

  1. Oi, sou admiradora de lutas e escuto sempre os comentaristas falando "lutão"quando na verdade acho que é "lutaço". Pesquisei muito na internet e não vi qual é o real aumentativo do substantivo LUTA. Pode me ajudar? Grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renata, normalmente o "-ão" é associado ao aumentativo (e na maioria dos casos ligado ao masculino, já ouvi gente falar "ladrona" em vez de "ladra", mas... fazer o quê?). O "-aço" é muito associado ao tom pejorativo, enquanto "-ão" é mais comumente ligado ao aumentativo, mas temos um problema aí... "-ão" caracteriza aumentativo de palavras masculinas (carro - carrão, corpo - corpão, menino - meninão...), mas "luta" é feminino, cujo sufixo caracterizador de aumentativo é "-ona". Sendo assim, está errado, do ponto de vista tradicional, dizer "lutão"...
      Uma frase como "Acabamos de assistir um lutão, meus amigos..." não está errada... está muito errada... isso pensando na Norma Padrão.
      Respondido?

      =]

      Perdão pela demora, mas se persistirem as dúvidas pode perguntar que respondo na medida do possível.
      Até!

      Excluir
  2. Sim e muito. O esquisito será falar "Foi uma lutona!". rsrs. Acho que os lutadores de MMA não vão gostar. rsrs Obrigada e até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poooooooode ser, uma associação com a palavra jogo... tipo: jogo / jogão
      daí basta colocar -ão em tudo...

      luta / lutão
      partida / partidão

      (devaneios de final de domingo... rs...)

      Excluir

Dê-nos a sua opinião

Postagens populares